MEO Kanal

Canal nº 183169 – LOL no MEO Kanal

Visite o nosso MEO Kanal

FAQ's
Escrito por Administrator
Quarta, 09 Julho 2014 14:25
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

PLACAS DE ESPUMA FENÓLICA

- Que importância tem a escolha da dimensão da placa?

- A escolha da dimensão da placa a ser utilizada, está relacionada com a cultura a produzir.

- A placa de espuma fenólica deve ser lavada antes da sua utilização?

- Existem diferentes tipos de placas de espuma fenólica, com diferentes pH’s. Antes da utilização da placa de espuma fenólica, deverá medir o pH da água utilizada, mergulhar a espuma fenólica nessa água e voltar a medir o pH. Caso este não esteja nos níveis pretendidos deve ser realizada uma correção do pH devido aos materiais acidificantes que entram no seu fabrico, o que na maioria das culturas poderá ser altamente nocivo.

Quais os passos para a lavagem das placas de espuma fenólica?

- Para placas de espessura mais fina como as comercializadas pela LOL (2,0cm), pode fazer-se a correção do pH com uma simples lavagem. As placas devem colocar-se em posição horizontal, apoiadas em superfície furada (rede) e enxaguar abundantemente, permitindo que a água atravesse a espuma e escoe livremente.

 

 

- Para placas de espessura mais grossa, a lavagem torna-se mais difícil e demorada e por isso recomenda-se a utilização de um elevador de pH (caso seja necessário) com características corretivas que irá promover a correção da acidez elevando o seu pH. Utilizá-lo de maneira a preparar uma solução com pH superior a 7 (caso seja necessário) e embeber por alguns minutos as placas ou células nesta solução. Após este procedimento, verificar o pH da água retirada da espuma que deverá estar por volta de 6,5.

 

- Quais os corretores de pH (aumento/redução) mais utilizados?

- Os corretores de pH (aumento) mais utilizados são:

- calcário

- cal virgem agrícola

- cal hidratada agrícola ou cal extinta

 

- Os corretores de pH (redução) mais utilizados são:

- ácido nítrico

- ácido fosfórico

OBS: Ao imergir a placa de espuma na solução, deixe que a placa ou as células afundem sozinhas, para que não se forme uma bolsa de ar no meio da placa. Outra forma de saturar a espuma com a solução alcalina será a aplicação directa da solução, através de um irrigador, até que a placa ou as células fiquem bem molhadas.

Quais os valores de pH para uma correta utilização?rigger Title (used to trigger the slide)

- Após os procedimentos de lavagem, os valores de pH devem estar entre 5,5 e 6,5 ou muito próximo, dependendo da cultura a produzir.

- Quando se pode iniciar a fase de sementeira/estacaria nas placas de espuma fenólica?

- É recomendado fazer a sementeira ou estacaria logo após a correção do pH. A placa de espuma fenólica deve ser molhada abundantemente para assegurar a saturação.

 

HIDROPONIA

- O que é hidroponia?

- O termo hidroponia vem do grego hidro ponos, que significa “trabalho na água”. É uma técnica alternativa de cultivo de plantas com solução nutritiva (nutrientes solúveis e água).

- O que é uma Solução Nutritiva?

- Solução nutritiva é a mistura de água e nutrientes solúveis. Nela estão contidos todos os nutrientes de que a planta necessita..

- Quais os principais nutrientes presentes numa solução?

- Os principais nutrientes que devem estar presentes em determinadas proporções, numa solução nutritiva, dividem-se em dois grupos: os Macronutrientes e os Micronutrientes.

- Os ”macronutrientes” mais comuns, são:

- Azoto, em forma de nitratos (NO3-)

- Fósforo, em forma de fosfatos (P2O5)

- Potássio, em forma de K2O

- Cálcio, em forma de C++

- Magnésio, em forma de Mg++

- Enxofre, em forma (SO4)

 

- Os ”micronutrientes” mais comuns, são:

- Boro, em forma mineral

- Cobre, em forma quelatada

- Ferro, em forma quelatada

- Manganês, em forma quelatada

- Molibdênio, em forma mineral

- Zinco, em forma quelatada.

O que é substrato?

- Substrato é todo material utilizado como meio de crescimento para as plantas, onde se desenvolvem as raízes das plantas. Proporciona um meio de reserva de água e arejamento para as raízes. Para isso, é importante conhecer as suas propriedades físicas. Em hidroponia, qualquer alteração na irrigação, por excesso ou por falta, reflete-se rapidamente na cultura.

Os substratos mais comuns são:

- De origem VEGETAL:

- Fibra de coco

- Turfa

- Composto

- De origem MINERAL:

- Vermiculite

- Lã de rocha

- Areia lavada

 

Fontes:

http://www.floralatlanta.com.br/

http://hidrogood.com.br/

 

 

 

 

 

atualizado em Sexta, 03 Agosto 2018 15:48
 

Este site usa cookies para melhorar a sua navegação. Se continuar a navegar entendemos que aceita o seu uso Saiba mais sobre a nossa Politica de Cookies.

Aceito a politica de cookies